INTENDENTE 57

O edifício Intendente 27 situa-se no Largo do Intendente, uma zona privilegiada que tem vindo a ser objeto de vários projetos de requalificação urbana por parte do Município de Lisboa.
O objetivo desta intervenção teve como princípio devolver ao edifício o seu uso habitacional, agora com tipologias mais pequenas que vêm assegurar um uso de caracter mais permanente e, consequentemente, contribuir para a revitalização desta zona da cidade. Pretendeu-se também devolver ao edifício a sua relação com o espaço público tornando o piso térreo num piso dedicado aos acessos do edifício e a alguns apartamentos, garantindo assim a função original dos vãos existentes.
À volta do pátio interior criou-se uma frente de varandas em estrutura metálica que permitirá o acesso aos apartamentos, mas também terá uma função de sombreamento, uma vez que o edifício está orientado a Nascente. Para além de ser algo característico das traseiras lisboetas, esta estrutura reticulada permite resolver a relação da nova construção com as fachadas existentes.
A proposta para a organização funcional deste conjunto é desenvolvida com base num programa de tipologias pequenas - maioritariamente T1 e T2 - com áreas brutas médias variáveis entre 80m2 a 120 m2. No piso 0 é importante referir que se propõem apartamentos cujo acesso é feito diretamente pela rua o que permite manter a caracterização da maioria dos vãos, valorizando desta forma a relação deste piso com a rua.
As restantes tipologias distribuem-se nos outros pisos tirando partido da variável de cota entre os pisos, ou seja, aproveitando a volumetria e pé-direito de alguns dos pisos para criar mezaninos. Por outro lado, é importante assegurar uma relação direta dos pisos com os vãos das fachadas de modo a respeitar a métrica e desenho das mesmas. Mas é sobretudo essencial retomar uma linguagem que atribui importância ao volume e não apenas à superfície e desta forma as tipologias em dúplex oferecem maior aproveitamento dessas relações.
Nas pequenas tipologias a dimensão do "volume" permite uma percepção de maior área. Também nesta organização de tipologias pequenas e médias garante-se uma oferta que poderá atrair um mercado mais jovem e mais heterogéneo, o que contribui para a revitalização desta zona da cidade.

Dados técnicos:.
Localização: Lisboa

Data: 2017 - 2020
Área: 6.320m2

Cliente: Eusofia
Arquitectura: Ana Monteiro da Costa
Colaboradores: Ana Mafalda Lacerda, Ana Florêncio, Carlos Cruz, Fernando Freire, Gonçalo Pereira, Inês Cruz, Inês Reis, Maria Carvalho, Ricardo Mesquita, Sara Santos

3D: 1825
Fotografias: FG + SG

INTENDENTE 57